• Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

Andamos pelas ruas de Campo Grande com o novo Classe A da Mercedes-Benz

11/04/2013 - 12:25 - Texto e fotos: Mário Salgado
Tamanho da fonte:   - +

Disponível em duas versões, Style e Urban, começa a chegar à rede de concessionárias da Mercedes-Benz de todo o Brasil o novo Classe A200. A Big Star, representante da marca em Mato Grosso do Sul, nos cedeu o carro que veio para ser test drive de clientes durante uma manhã. Andado pelas ruas de Campo Grande com a versão Urban, topo de linha e que custará R$ 109.900, gostamos do que vimos e o carro promete incomodar as concorrentes. A versão Style chega por R$ 99.900, que é a versão de entrada.

Ficha técnica Mercedes-Benz Classe A200 Turbo Urban

Galeria de fotos exclusivas

Há uma linha de financiamento da própria Mercedes-Benz, com entrada de 60% do valor e o saldo dividido em 36 vezes com taxa de 0,84% ao mês. O objetivo é conquistar um público novo, e de quebra mais jovem, para rejuvenescer a marca. Por conta desse perfil, a versão mais cara e esportiva deve ser a mais vendida, com 80% dos emplacamentos, segundo a marca.

Por falar em público, o gerente de vendas da Big Star, José Fernando Amaral, foi enfático em dizer que a Mercedes-Benz está mudando para atender esse “novo mercado”. “Estamos acostumados com um público com idade mais avançada e mais tranquilo. Para atender os clientes do A200 teremos que ter um espaço especial para esse cliente, até com um atendimento diferenciado e mais dinâmico”, afirmou José Fernando.

O lançamento já surtiu efeito sobre a Audi. A rival será a última do trio alemão a mostrar a nova geração de seu médio -- o A3 renovado sequer tem preço estimado e só chega em maio --, mas já tratou de reduzir o preço de boa parte da linha e colocou todas as configurações do compacto A1 abaixo dos R$ 100 mil.

Ao perder o perfil de monovolume (isso fica a cargo do B200) e assumir o porte de hatch, o novo carro de entrada da Mercedes passa a ter 4,29 metros de comprimento, com entreeixos de 2,69 m, 1,78 m de largura e 1,43 m de altura. E o porta-malas não é muito generoso. Carrega apenas 341 litros, o que não é de se estranhar em um carro hatch.

Andando

Compartilhando plataforma com o monovolume Classe B e também o motor 1.6 turbo de 156 cv e 25,5 kgfm de torque, o carro anda muito bem e mostra que os motores com turbocompressor são o que há de melhor. Quando se quer andar tranquilamente, o carro desliza pelo asfalto. Mas basta um toque mais forte no acelerador para o carro nos fazer grudar no banco e ultrapassar facilmente. O câmbio que acompanha o conjunto é automatizado de dupla embreagem, sete marchas e opções de trocas por borboletas atrás do volante. A tração é dianteira. Rodas de liga leve de 17 polegadas (16” na versão Style), ar condicionado digital, sete airbags, Attention Assist (sensor de reconhecimento de fadiga do condutor), piloto automático com imitador de velocidade, sensor de chuva e sistema de som Audio 20 (com central tela TFT de quase seis polegadas, tocador de CD e conexões USB, auxiliar e Bluetooth) são alguns dos itens de série.

A versão A200 Urban, com status temporário de topo de gama, ainda tem escape com saída dupla e ponteiras cromadas, grade dianteira prateada com detalhes cromados e conjunto óptico com faróis bixênon e LEDs que substituem as luzes de neblina tradicionais. A versão Sport, A250, não deve ser importada por ora -- informação que já havia sido divulgada por fontes ligadas à marca.

Andando com o carro fica impossível não lembrar da tocada do B200 Turbo. Como eles compartilham a mesma base mecânica, em alguns momentos eles até se parecem. Em alguns momentos apenas. Pois com porte de hatch, o A200 Turbo tem respostas melhores e parece estar mais na mão. Mesmo tendo controle de tração, de estabilidade, ABS com EBD e tudo mais, é gostoso saber que o carro gruda no chão graças a sua suspensão baixa, pneus e rodas largas e a direção elétrica progressiva.

Como padrão nos carros da MB, o sistema Auto Start-Stop está presente no A200. Com ele, assim que você liga o carro, o sistema Econ está ativo e basta parar o carro e ficar com o pé no freio que o motor é desligado automaticamente. Ao tirar o pé do freio, o motor já é reativado e você pode andar normalmente. Com isso a marca alemã pretende diminuir o consumo de combustível dos carros no anda e para dos grandes centros.

Volante multifuncional, com regulagem de altura e profundidade e regulagem (infelizmente manual) de altura do banco do motorista deixam o carro perfeito para qualquer altura. Por falar em bancos, eles dão o toque de esportividade por serem do tipo concha e deixarem o corpo bem grudado na hora de fazer curva.

Em breve, faremos um vídeo com uma avaliação completa do carro. Mas por hora já gostamos do que vimos e o carro promete incomodar seus concorrentes.

Topo
Publicidade
  • © 2002-2019 SHOPCAR - Sua Referência em Veículos - Classificados de Carros. Todos os direitos reservados