• Segunda-feira, 11 de Novembro de 2019

BMW R 1200 GS Adventure chega ao Brasil por R$ 87.900

28/04/2014 - 07:51 - Carlos Bazela e Arthur Caldeira/ Agência INFOMOTO - FOTOS: Divulgação
Tamanho da fonte:   - +

Feita para um público que quer rodar bastante e percorrer longas distâncias, a nova BMW R 1200 GS Adventure está desembarcando no Brasil. Versão mais aventureira da bigtrail alemã, o modelo será vendido em uma versão única por R$ 87.900. “A versão brasileira vem de série com todos os itens, que são opcionais na Europa. Realmente completa”, afirmou Matteo Villano, gerente de vendas da BMW Motorrad Brasil. Disponível em três opções de cores (azul, branca e verde oliva), a R 1200 GS Adventure já está disponível nas concessionárias. A previsão de vendas do modelo para 2014 é de 450 unidades, de acordo com a marca. 

Como diferencial do modelo convencional, a Adventure tem visual mais robusto e o porte imponente, conferido, em grande parte, pelo tanque com maior capacidade (30 litros). Além disso, traz suspensões de maior curso e algumas modificações no motor boxer de refrigeração líquida para oferecer mais torque em baixos giros e facilitar a pilotagem fora-de-estrada. 

Visual imponente

A nova Adventure tem design derivado da versão mais recente da bigtrail alemã. No entanto, alguns detalhes delicados do modelo standard ganharam ares mais robustos, como o paralama superior afilado que recebeu um prolongador, e as aletas laterais pontiagudas, substituídas por painéis maiores, “cercados” pelas barras de proteção metálicas que chegam até o motor. As entradas de ar ficaram maiores e ajudam a compor o visual abrutalhado.

O parabrisa de série também foi alterado e está ligeiramente mais alto, oferecendo proteção aerodinâmica maior e ainda conta com defletores nas laterais. Com essas características, que ainda incluem os protetores de mão, e a cor verde oliva como uma das opções, não é exagero comparar a nova R 1200 GS Adventure a um veículo militar. 

Pronta para o off-road 

Fora a reestilização visual, a grande novidade para a R 1200 GS Adventure é a chegada do novo motor de dois cilindros opostos de 1.170 cm³ com refrigeração líquida. Há poucas alterações em relação à bigtrail standard, como volante do motor – peça que transfere o movimento do virabrequim ao câmbio – mais pesado para melhorar o torque em baixos giros. Mas o propulsor continua com o mesmo desempenho: 125 cv de potência máxima gerados a 7.750 rpm e torque máximo de 12,6 kgf.m disponíveis nos 6.500 giros. Tudo na mesma também nos freios, que conservam a configuração de disco duplo de 305 mm de diâmetro na roda dianteira e 279 mm de diâmetro na traseira e contam com o sistema anti-travamento. 

Na ciclística, entretanto, a moto está diferente. A suspensão traseira “Paralever” agora está com 220 mm de curso, enquanto o “Telelever” dianteiro teve seu curso aumentado para 210 mm. Ou seja, a Adventure está 20 mm mais alta e a distância livre do solo está 15 mm maior que o modelo standard. A geometria da moto foi retrabalhada para melhorar o controle do piloto – o quadro também é diferente para acomodar o novo tanque, com mais 10 litros de capacidade. 

Já as rodas raiadas, calçam pneus com a mesma medida da bigtrail convencional: 120/70 R19 na frente e 170/60 R17 atrás, mas utilizam raios entrelaçados para oferecer mais resistência no off-road e poder utilizar pneus sem câmara, mais fáceis de reparar. Por conta do novo tanque e dos implementos para deixar a moto mais valente, o peso aumentou e agora é de 260 kg em ordem de marcha, 22 kg a mais do que o modelo convencional da R 1200 GS. 

Além dos freios ABS desligáveis, a nova R 1200 GS Adventure sai de fábrica com o controle de tração da BMW (ASC) e cinco modos de pilotagem: “Rain”, “Road”, Dynamic, Enduro e Enduro Pro, sendo que este último é recomendado para quando a moto estiver equipada com pneus cravados. Outra novidade para o modelo é a adoção da suspensão semi-ativa Dynamic ESA (Electronic Suspension Adjustment), que ajusta automaticamente o conjunto de acordo com as imperfeiçoes do piso.

Primeiras impressões

Por se tratar de uma motocicleta feita e projetada para longas viagens e aventuras, chega a ser uma heresia analisar a nova R 1200 GS Adventure depois de dar seis voltas na pista da Fazenda Capuava e ainda rodar dez minutos por um trecho fora-de-estrada durante o lançamento do modelo, no interior de São Paulo. Entretanto, já é possível notar o resultado prático de algumas mudanças. 

Como, por exemplo, o volante do motor, que está cerca de 950 gramas mais pesado, justamente para aumentar o torque em baixos giros. Logo ao sair em primeira marcha, já se nota que o propulsor “acorda” mais cedo. No trecho fora-de-estrada, isso foi bastante útil, ajudando a transpor obstáculos mesmo sem reduzir a marcha. 

Embora seja grande e pesada, a nova geometria do quadro fez com que a maneabilidade da Adventure esteja bem superior às versões anteriores do modelo. Principalmente, do trem dianteiro, agora mais leve e ágil em função do trail e ângulo de cáster menores. Mas o banco – a 890 mm do solo – ainda é intimidador para os mais baixos como eu, que meço 1,71 m, e pede cuidados para montar na moto. 

No off-road, as suspensões recalibradas e o modo “Enduro” tornam a tarefa de pilotar essa BMW “gigante” um pouco mais fácil. Neste modo, feito para a terra como o nome sugere, as suspensões são ajustadas eletronicamente, a resposta do acelerador é mais suave e o controle de tração leva mais tempo para atuar. Permitindo pequenas derrapadas com a roda traseira. 

Nessas primeiras impressões, a nova R 1200 GS Adventure me pareceu ter herdado os benefícios já presentes na reformulada versão standard, ficando mais dinâmica e fácil de pilotar. A evolução, principalmente em relação às versões mais antigas, muito pesadas e desajeitadas, é clara.

Mais Imagens
Clique na foto para ampliar
Topo
Publicidade
  • © 2002-2019 SHOPCAR - Sua Referência em Veículos - Classificados de Carros. Todos os direitos reservados