• Sábado, 15 de Dezembro de 2018

Cinco motos novas que chegam até o final deste ano

31/08/2018 - 11:35 - Arthur Caldeira / INFOMOTO - FOTOS: INFOMOTO e Divulgação
Tamanho da fonte:   - +

O crescimento de quase 7% na venda de motos no primeiro semestre fez os fabricantes revisarem as projeções de produção para cima. A Abraciclo, associação do setor de motocicletas e bicicletas, projeta que serão fabricadas 980.000 em 2018. 

Juntamente com esse cenário favorável, a legislação que obriga as motos a terem sistemas de freios mais eficientes a partir de 2019 deve fazer com que novos modelos – ou modelos atualizados – cheguem às revendas ainda neste ano. Separamos cinco lançamentos que estarão nas lojas até o final do ano. Confira!

Nova geração do Honda PCX

Scooter mais vendido no Brasil, o PCX 150 já mudou na Ásia e na Europa e essa nova geração deve chegar em breve por aqui. O visual foi atualizado, com um conjunto óptico que manteve os LEDs, mas ganhou luzes de iluminação diurna mais chamativas. O quadro também é novo, com amortecedores fixados em outra posição e que prometem mais desenvoltura para encarar nossas ruas esburacadas. Os pneus mais largos ajudam nessa missão. 

O motor será o mesmo monocilíndrico de 150cc com câmbio CVT – fontes ligadas à Honda garantem que, por enquanto, as versões elétricas e híbridas estão longe do nosso mercado. Mas a grande novidade deve ser mesmo a chave de presença (smart key) e os freios com sistema ABS, para fazer frente ao Yamaha NMax 160.

Novas Yamaha trail de 250cc

Há anos, ou melhor, desde que foi lançada a Yamaha não muda absolutamente nada na XTZ 250 Lander – exceto pela adoção do motor flex no modelo 2016. Mas, agora, a marca será obrigada a fazer alguma mudança. Nem que seja apenas no sistema de freios, afinal em 2019 entra em vigor a lei que obriga motos de até 300cc a terem ABS ou CBS (os freios combinados). 

O mesmo destino deve ter a XTZ 250 Ténéré, a pequena aventureira que usa a mesma base mecânica da Lander. Esperamos que, assim como na Fazer 250 ABS, a Yamaha traga um visual moderno e outras novidades para os dois modelos de uso misto, ao invés de somente uma adaptação dos freios combinados.

KTM Duke 250

Outra novidade que deve chegar em breve às lojas é a nova KTM 250 Duke para substituir o modelo de 200cc, que não tem freios ABS e ficou com o visual ultrapassado. Além do motor de maior capacidade cúbica (248,8 cm³) e mais potência (29,9 cv), a 250 Duke ganhou o design “matador” da nova 390 com farol pontiagudo, mas que não é de LED e sem o painel digital de TFT. O que indica que ela deve ser mais barata que os R$ 24.990 pedidos pelo modelo de 390cc.

A nova Duke de 250cc ainda deve demorar um pouco para chegar às revendas KTM, pois ainda há unidades da 200cc em estoque e, até agora, só foi produzido um exemplar do modelo de 250cc.

Royal Enfield Himalayan 400

Batizada de Himalayan, em referência à famosa cadeia de montanhas, a trail da Royal Enfield deve finalmente fazer sua estreia no Brasil. Lançada em 2016, ela tem motor de 410 cc, comando simples no cabeçote e refrigeração mista com radiador de óleo. Capaz de produzir cerca de 25 cv de potência, o destaque do monocilíndrico é o bom torque de 3,31 kgf.m a 4.250 giros. 

Mas o que chama a atenção para essa trail indiana é mesmo sua vocação off-road, com suspensões de longo curso e roda aro 21 na dianteira. Com tanque de 15 litros para encarar longas viagens, a trail ainda não teve seu preço definido, mas, na Índia, custa menos do que a Continental GT, vendida aqui por R$ 24.500.

Novas BMW F 750/850 GS

A fábrica já confirmou: até o final do ano a nova geração das trails médias chega às lojas. A F 750 GS e a F 850 GS foram completamente reformuladas, não ganharam somente um motor maior. Quadro, suspensões, rodas e o próprio propulsor bicilíndrico, que agora tem 853 cm³, foi projetado do zero. 

A F 850 GS é a versão mais aventureira da família e tem motor de 95 cv. Suas rodas raiadas podem calçar pneus sem câmara (aro 21 na dianteira e 18 na traseira). A 850 GS tem suspensão invertida e balança monoamortecida com longo curso. Destaque para o pacote eletrônico que deverá equipar o modelo: modos de pilotagem, controle de tração dinâmico e freios ABS otimizado para curvas. 

Com vocação para viagens pelo asfalto, a F 750 GS usa o mesmo motor de 853 cc, mas com apenas 77 cv. Suas rodas são de liga-leve e aro 19 na dianteira. O pacote eletrônico certamente terá controle de estabilidade e freios ABS de série, porém mais simples para posicioná-la como um modelo de entrada da nova família F.

Mais Imagens
Clique na foto para ampliar
Topo
Publicidade
  • © 2002-2018 SHOPCAR - Sua Referência em Veículos - Classificados de Carros. Todos os direitos reservados