• Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

McLaren revela o novo GT

17/05/2019 - 07:32 - Redação - Fotos: Divulgação McLaren
Tamanho da fonte:   - +

A McLaren Automotive revelou sua interpretação única de um moderno Grand Tourer: o novo McLaren GT. Elegante, fluido e musculoso, o novo GT superleve desafia as convenções da categoria Grand Tourer com uma atraente mistura de design bonito, materiais inovadores de alta qualidade, desempenho de um verdadeiro supercarro e dinâmica de condução e engajamento típicos da McLaren.

“O novo McLaren GT combina níveis de desempenho de competição com boa autonomia, envolto em uma carroceria muito bonita e fiel ao espírito da McLaren de projetar carros superleves com uma clara vantagem de peso sobre os rivais. Projetado para longas distâncias, proporciona o conforto e o espaço esperados de um Grand Tourer, mas com um nível de agilidade nunca antes experimentado neste segmento. Em resumo, este é um carro que redefine a noção de um Grand Tourer de uma forma que apenas uma McLaren poderia fazer”. – Mike Flewitt, Diretor Executivo da McLaren Automotive

Posicionado ao lado das já estabelecidas famílias Sports, Super e Ultimate Series, este é um novo McLaren para um novo público e oferece uma alternativa aos produtos existentes em um segmento de mercado em expansão. Ao reinventar o espírito do tradicional Grand Touring − dirigir com conforto em longas distâncias, em altas velocidades e com espaço para bagagem −, a McLaren também redefiniu a moderna experiência de propriedades do GT com um carro mais leve, rápido e atraente que os produtos existentes no segmento, com maior espaço, conforto e usabilidade.

Como todos os McLarens, o novo GT tem estrutura de fibra de carbono com rigidez e resistência excepcionais, ao mesmo tempo em que possibilita uma dinâmica de direção incomparável e o menor peso em sua classe. Com 1.530 kg (DIN), o McLaren GT é mais de 130 kg mais leve que seu concorrente mais próximo e, literalmente, centenas de quilos mais leve que os outros carros do segmento. Os 620 HP do motor V8 biturbo de 4 litros permitem ao novo McLaren GT uma relação peso-potência de 2,46 kg/HP (relação potência-peso de 405 HP por tonelada).

O monocoque feito sob medida MonoCell II-T (o T denotando "Touring") incorpora uma estrutura superior traseira de fibra de carbono que adiciona mínimo peso, mas permite a criação de uma área de bagagem de 420 litros abaixo da tampa traseira integralmente de vidro. A porta traseira tem função de fechamento suave de série e pode ser acionada eletricamente.

A baixa altura do motor e o posicionamento do sistema de escape permitiram otimizar o volume, a forma e a usabilidade do compartimento de bagagem. Um saco de golfe ou dois pares de esquis e botas de 185 cm, bem como bagagens, podem ser transportados com facilidade, enquanto outros 150 litros de capacidade de armazenamento na frente significam que o novo McLaren GT pode acomodar um total de 570 litros.

A resistência da estrutura com núcleo de fibra de carbono significa que os pilares C e os vidros traseiros podem ser incorporados ao design, melhorando a visão traseira e trazendo ainda mais luz para uma cabine inerentemente espaçosa e sem elementos desnecessários. As portas “tesoura” abrem para cima para expor uma abertura ampla e uma soleira baixa.

O interior é confortável e projetado para os ocupantes se deliciarem em viagens mais longas, com todos os elementos essenciais para uma condução focada e de alto desempenho. A posição do assento, a localização dos controles e a visibilidade para a frente são tão importantes quanto em qualquer McLaren. Os assentos esguios, ajustados eletricamente e aquecidos, exclusivos do McLaren GT, foram projetados para atender aos requisitos do Grand Touring, sendo otimizados para conforto em longas distâncias, com a quantidade perfeita de acolchoamento e apoios de ombros e costas em combinação com excelente sustentação lateral.

Tecnologia e artesanato moderno compartilham proeminência no novo McLaren GT, com os melhores materiais de alta qualidade sendo complementados por recursos como o mais sofisticado sistema de infoentretenimento da McLaren até o momento: iluminação ambiente oculta e opção de um teto vitrificado eletrocrômico com escurecimento ou iluminação com o toque de um botão. Interruptores e controles de alumínio usinados e serrilhados - incluindo os paddle shifts no volante para mudança de marchas - contrastam com o preto brilhante para a tela de infoentretenimento, interruptores das janelas, console de seleção de marchas e aberturas de ventilação. É disponível um sistema de áudio premium Bowers & Wilkins de 12 alto-falantes, com subwoofers de fibra de carbono e unidades de acionamento de Kevlar.

O acabamento em couro Nappa é de série e pode ser substituído por couro macio ou Alcantara®, dependendo da especificação escolhida para o veículo. O cashmere estará disponível como opção adicional no fim de 2019 - a primeira vez que este material exclusivo é usado em um veículo de produção. O acabamento SuperFabric® para o compartimento de bagagem traseiro é outra opção. Este tecido inovador é infundido com uma camada de minúsculas placas de proteção blindadas, proporcionando maior resistência a manchas, cortes, arranhões e abrasões, além de ser respirável, fácil de limpar e rápido para secar.

O sistema de infoentretenimento desenvolvido para o novo McLaren GT é o mais sofisticado da empresa até hoje. Está entre os de operação mais rápida e apresenta mapeamento de navegação padrão HERE®, com informações de tráfego em tempo real. A interface opera de maneira semelhante a um smartphone e a tela central de sete polegadas sensível ao toque é usada para selecionar funções como navegação por satélite, telefonia por Bluetooth, streaming de mídia e ativação por voz. O rádio digital DAB (ou rádio por satélite Sirius na América do Norte) é padrão. Os controles de aquecimento e ventilação também são incorporados na tela de toque, garantindo facilidade de uso e reduzindo o número geral de interruptores e controles. O controle climático de duas zonas e o ar condicionado são de série, com o sistema permitindo configurações totalmente automáticas e independentes para o motorista e o passageiro.

À frente do motorista, e fornecendo informações importantes sobre o veículo, há uma tela TFT de 12,3 polegadas. Os gráficos do instrumento são como os vistos em aeronaves: as influências aeronáuticas proporcionam displays claros, nítidos e fáceis de ler. Além da velocidade do veículo, da seleção de marchas e das rotações do motor, o painel de instrumentos pode exibir navegação curva a curva, chamadas telefônicas, saída de áudio escolhida, temperaturas e pressões dos pneus. Quando uma câmera traseira é especificada, a imagem atrás do veículo é exibida ao ser selecionada a marcha à ré, o que mantém a linha dos olhos do motorista o mais alta possível.

Como convém a um Grand Tourer, o refinamento do ambiente era desde o início uma prioridade para o novo McLaren GT. Os coxins exclusivos, com metade da rigidez dos usados no McLaren 600LT com foco em pista, ajudam a minimizar o ruído transmitido pela estrutura, enquanto sons de baixa frequência emitidos pela estrutura de fibra de carbono são reduzidos da mesma maneira como acontece no McLaren Senna. No modo Comfort, o novo McLaren GT é o McLaren mais refinado de todos os tempos.

Ao criar um novo tipo de McLaren - e o primeiro verdadeiro Grand Tourer da marca -, a equipe de design da McLaren abraçou a história visual dos carros Grand Touring, mantendo-se fiel às filosofias que sustentam todo o design da McLaren. As linhas exteriores longas e elegantes, amplamente reconhecidas como sugestões de design do Grand Tourer, são executadas no novo McLaren GT de acordo com os princípios aerodinâmicos que definem cada carro da marca. Os pára-lamas traseiros musculosos - outro traço de design comum na história do Grand Touring - são um exemplo da forma de cada McLaren ser fiel à sua função, incorporando as entradas de ar para os radiadores que refrigeram o motor.

Com quase 4,7 metros, o novo McLaren é mais longo que qualquer outro carro da McLaren Sports ou da Super Series. Os picos dianteiros e traseiros estendem-se mais longe do que é tradicional para a McLaren, mas o ângulo de 10 graus à frente (13 graus com o sistema de elevação do chassi acionado) significa que o novo McLaren GT pode lidar com as medidas de tráfego mais agressivas. Em combinação com a folga da parte inferior da carroçaria de 110 mm (130 mm com a elevação), isso garante que o carro seja eminentemente utilizável em todas as situações urbanas; além de competitivo com todos os rivais, no modo “lift” (elevado) é igual aos sedans convencionais.

“O novo McLaren GT combina as filosofias de design da McLaren com as características visuais clássicas do Grand Tourer. Volumes elegantes e ousados fluem perfeitamente do nariz à cauda, encapsulando a cabine maravilhosamente trabalhada. A carroceria sofisticada e esculpida expressa tanto a potência do carro quanto sua capacidade de acomodar os ocupantes durante a condução em longas distâncias. A forma de gota da cabine, que se estende para abranger a área de bagagem traseira, segue os princípios aerodinâmicos inerentes a todos os McLarens, enquanto os pára-lamas traseiros musculosos que formam as entradas laterais para os radiadores são um exemplo de como unimos beleza e funcionalidade para criar designs autênticos de tirar o fôlego. O novo McLaren GT se destaca claramente como um novo tipo de McLaren e uma interpretação de ponta de um Grand Tourer para uma nova era.” - Rob Melville, diretor de design da McLaren Automotive

A largura e a postura do novo McLaren GT são enfatizadas na frente pela assinatura “linha do martelo”, que corre horizontalmente pelo nariz e atrai os olhos para os lados do veículo. Na traseira, uma asa fixa integrada, difusor grande e escapamentos de escape são lembretes que isto é um Grand Tourer com desempenho de supercarro.

A fonte desse desempenho é um novo motor biturbo de 4 litros e 620 HP, designado M840TE. Expandindo ainda mais a família de motores McLaren V8, ele é feito sob medida para o novo McLaren GT e tem potência, torque e qualidade de som de escape superiores que são as marcas de um verdadeiro Grand Tourer. O torque de 630 Nm é produzido entre 5.500 rpm e 6.500 rpm, com mais de 95% disponível de 3.000 rpm a 7.250 rpm. O novo motor é acoplado a uma transmissão SSG de 7 marchas para oferecer aceleração linear, contínua e implacável.

Os números de desempenho falam por si: com uma função de controle de largada que otimiza a aceleração a partir da imobilidade: 0 a 100 km/h em 3,2 segundos, 0 a 200 km/h em 9,0 segundos. A velocidade máxima do McLaren GT é de 326 km/h.

Outro elemento definidor do novo McLaren GT - e, sem dúvida, que consolidará sua posição como líder do segmento - é a sua capacidade dinâmica. Suspensão, direção e freios são feitos sob medida para o carro e aperfeiçoados e otimizados para fornecer uma excelente experiência de condução Grand Touring, com equilíbrio inerente, capacidade de resposta e precisão, e ainda melhor conforto em pilotar do que qualquer outro McLaren.

A suspensão é um projeto com triângulos de suspensão duplos de alumínio de baixo peso, a par no novo McLaren GT com amortecedores hidráulicos para fornecer o controle de amortecimento proativo. Regido pela iteração mais sofisticada do algoritmo pioneiro do software Optimal Control Theory desenvolvido para o 720S, a suspensão usa sensores para “ler” a estrada, interpretando o que provavelmente acontecerá em seguida e reagindo de maneira preditiva em apenas dois milissegundos. No geral, o movimento da carroceria é adaptado para o conforto do ocupante e a carga vertical e a variação do contato são otimizadas para melhorar os níveis de aderência. Mas cada um dos três modos de condução (Comfort, Sport e Track) tem seu próprio conjunto de parâmetros para refletir o que foi selecionado − por exemplo, um passeio particularmente compatível no modo Conforto.

A precisão e o prazer de dirigir são ainda mais aprimorados no novo McLaren GT por meio da direção hidráulica, que usa um único “mapa” de software nos modos Comfort, Sport e Track para proporcionar ótima sensação e resposta. Refletindo os requisitos do novo McLaren GT, ele também oferece maior assistência em baixas velocidades para ajudar na direção urbana e no estacionamento, sem perda de sensibilidadee feedback em velocidades mais altas.

Assim como a resposta da direção, os pneus e freios superam as expectativas em toda a ampla gama de estilos de pilotagem Grand Touring. A McLaren e seu parceiro técnico, a Pirelli, desenvolveram um pneu P ZERO ™ feito sob medida para o novo McLaren GT que atende às demandas de pilotagem de alto desempenho, com conforto e refinamento em igual medida. As rodas traseiras de liga leve são de 21 polegadas, as maiores já colocadas em um McLaren. Na frente, elas têm 20 polegadas. Estão disponíveis em designs de 7 ou 15 raios.

O sistema de frenagem de alto desempenho também foi projetado para atender a toda a gama de requisitos, desde a sensação precisa do pedal e a desaceleração ao dirigir em velocidades mais altas até a usabilidade e conforto em velocidades mais baixas ou ao segurar o veículo no trânsito, onde menos esforço do pedal é preferível.

“O novo McLaren GT oferece o desempenho dinâmico e a excitação de condução esperados de um McLaren, mas também é um veículo excepcionalmente refinado. Estamos particularmente orgulhosos da suspensão do Controle de Amortecimento Proativo, que utiliza a próxima geração de nossa Optimal Control Theory pioneira para oferecer níveis de conforto de direção melhores que todos os McLarens anteriores. No geral, a amplitude de habilidade demonstrada pelo novo McLaren GT, especialmente sua usabilidade cotidiana, é realmente notável ”. − Darren Goddard, diretor de linha de veículos da McLaren GT, McLaren Automotive

O novo McLaren GT tem chegada ao Brasil prevista para o segundo semestre de 2019. Seu preço no mercado nacional ainda será definido.

Novo McLaren GT – Ficha técnica

Motor: M840TE, 4 litros (3.994 cm³), biturbo, longitudinal central

Tração traseira

Potência: 620 HP a 7.500 rom

Torque: 630 Nm de 5.500 a 6.500 rpm

Transmissão SSG de 7 velocidades mais ré. Modos Comfort, Sport e Track

Direção assistida eletro-hidráulica

Chassi: monocoque de fibra de carbono MonoCell II-T, com estrutura superior traseira de fibra de carbono e estruturas de colisão de alumínio na dianteira e traseira

Suspensão: triângulos duplos de alumínio; amortecedores adaptativos independentes com controle de amortecimento proativo. Modos Comfort, Sport e Track.

Freios: discos de ferro fundido (367 mm na frente, 354 mm na traseira) e pinças de 4 pistões na dianteira e na traseira; discos de cerâmica de carbono com pinças de alumínio forjado (opcionais)

Rodas: dianteiras, 8J x 20; traseiras, 10,5J x 21

Pneus: Pirelli P ZERO, 225/35/R20 (dianteira) e 295/30/R21 (traseira)

Dimensões em milímetros: comprimento, 4.683; distância entre eixos, 2.675; altura, 1.213; largura com espelhos, 2.095; largura com espelhos dobrados, 2.045; bitolas em relação ao centro, 1.671 (dianteira) e 1.663 (traseira)

Peso mais leve a seco: 1.466 kg

Peso DIN (com fluidos e 90% de combustível): 1.530 kg

Distribuição de peso (% dianteira/traseira): 42,5/57,5

Tanque de combustível: 72 litros

Capacidade de bagagem: 570 litros (frente: 150; traseira: 420)

Desempenho: 0-100 km/h, 3,2 segundos; 0-200 km/h, 9,0 segundos; velocidade máxima, 326 km/h

Capacidade de frenagem: 200-0 km/h, 127 metros; 100-0 km/h, 32 metros

Emissões de CO2, norma européia NEDC (combinado): 245 g/km

Autonomia, norma NEDC EU (combinado): 666 km

Consumo de combustível, norma européia NEDC: combinado, 9,2 km/l; estrada, 11,4 km/l; urbano, 6,8 km/l

Mais Imagens
Clique na foto para ampliar
Topo
Publicidade
  • © 2002-2019 SHOPCAR - Sua Referência em Veículos - Classificados de Carros. Todos os direitos reservados