• Domingo, 25 de Agosto de 2019

Nova BMW R 1250 GS aposta em mais potência e tecnologia para liderar segmento

05/08/2019 - 09:45 - Arthur Caldeira / INFOMOTO - FOTOS: Divulgação
Tamanho da fonte:   - +
Modelo mais vendido da BMW em todo o mundo desde que foi lançada, em 2004, a R 1200 GS ganhou um novo motor, de maior capacidade cúbica e mais potente em sua nova geração. O propulsor de dois cilindros opostos (boxer) agora tem 1.254 cm³ de capacidade, comando de válvulas variável e é a principal novidade da recém-lançada R 1250 GS, que chega agora em agosto às concessionárias da marca no Brasil.
 
A bigtrail alemã está à venda na versão Premium + nas roupagens Exclusive e HP. Cotada a R$ 82.950, a R 1250 GS Premium + traz o pacote eletrônico mais completo com controle de tração DTC, suspensões ajustáveis eletronicamente e sistema de partida Keyless (sem chave). Tive a oportunidade de rodar 240 km com a versão Premium + HP, que ainda traz rodas com raios externos e pneus sem câmara. Veja como ela se saiu.
 
Motor mais forte e suave
 
“Não se trata apenas de um motor ‘maior’. Há diversos componentes novos internamente, e a tecnologia ShiftCam, que proporciona mais torque em baixos giros”, afirma Emilio Paganoni, gerente sênior de treinamento da BMW do Brasil. O executivo refere-se ao comando de válvulas variável.
 
O sistema, batizado de ShiftCam pela BMW, oferece uma melhor entrega de potência e torque ao longo de todas as faixas de rotação do motor. Com uma menor abertura das válvulas de admissão o motor economiza combustível e tem um funcionamento mais suave; quando o comando abre mais as válvulas em altas rotações privilegia a entrega de potência. 
 
O torque máximo, por exemplo, aumentou de 12,7 kgf.m a 6.500 rpm para 14,6 kgf.m a 6.250 giros, ou seja, mais força em uma rotação mais baixa. Já a potência, passou de 125 cv para 136 cv a 7.750 rpm. 
 
Na prática, ouve-se menos vibrações e ruídos, além de oferecer força para retomadas em qualquer marcha. Basta girar o acelerador em quarta marcha, que o motor responde prontamente: os giros sobem e os três dígitos aparecem no belo – e completo – painel digital com tela de TFT colorida.
 
Equipada com sistema quick-shift bidirecional, que permite subir ou descer as seis marchas do câmbio sem usar a embreagem, a nova R 1250 GS se comporta quase como uma moto esportiva em acelerações na larga Rodovia dos Bandeirantes rumo ao interior do Estado de São Paulo. É preciso atenção para não ultrapassar os limites de velocidade.
 
Na terra
 
Depois de cerca de 80 km de asfalto, entramos no habitat natural da R 1250 GS: uma estrada rural, de terra, e com pedras pelo caminho. Na parte ciclística, não houve grandes mudanças. Apenas acertos nos amortecedores dianteiro e traseiro, que são ajustados eletronicamente e semi-ativos, ou seja, adaptam-se às condições do solo e à pilotagem em milissegundos. A novidade é o ajuste automático da pré-carga da mola: sensores reconhecem o peso de piloto, piloto e garupa e já regula o amortecedor traseiro adequadamente.
 
Apesar do porte avantajado e do peso elevado – 249 kg – a R 1250 GS mantém a valentia da sua antecessora no fora-de-estrada. As pedaleiras largas permitem uma confortável pilotagem em pé, enquanto as rodas raiadas e os pneus de uso misto mantêm a moto na trajetória. 
 
A eletrônica ajuda a controlar o ímpeto do motor e o funcionamento das suspensões. Dotada de quatro modos de pilotagem – rain, road, dynamic e enduro – ela se ajusta conforme as condições. 
 
Para a terra, o modo enduro enrijece os amortecedores, diminui a intervenção do controle de tração e deixa o ABS mais permissivo. Vale destacar o novo ABS Pro, que leva em consideração a inclinação da moto para evitar o travamento das rodas. Há ainda um sistema para frenagens emergenciais, que fecha o acelerador e aciona o freio traseiro em determinadas situações.
 
Isso sem falar no assistente de partida em subida, que agora tem acionamento automático. Um auxílio e tanto para uma moto desse porte. 
 
Vale salientar que todos os controles podem ser desligados, mas isso se você for um piloto profissional. Afinal, as maravilhas da tecnologia funcionam muito bem para domar essa bigtrail no fora-de-estrada.
 
Conclusão
 
Sem dúvida, o motor é o destaque da R 1250 GS. Não que a bigtrail precisasse de mais potência, mas porque seu funcionamento é muito mais suave e há, de fato, mais torque em todas as faixas de rotação. Na terra, por exemplo, era possível manter a terceira marcha até mesmo em subidas mais íngremes. 
 
Outra vantagem, segundo a BMW, é que o propulsor está cerca de 4% mais econômico. Durante a avaliação, o painel da R 1250 GS indicou consumo médio de 17,6 km/litro na terra e até 19,8 km/litro no asfalto. Uma boa média para um motor de 136 cv: e que resulta em uma autonomia de mais de 350 km. 
 
Com as mudanças no motor e a adoção de mais tecnologia embarcada, a R 1250 GS pretende retomar a liderança entre as bigtrails. Atualmente liderado pela Triumph Tiger 800 em suas diversas versões com 1.691 unidades neste ano. Em dois meses – junho e julho - o modelo alemão já emplacou 343 unidades.
 
Em setembro, também chega às lojas, a versão Sport, que tem rodas de liga-leve e menos eletrônica embarcada. Mais em conta, a GS Sport será vendida por R$ 69.950, o que deve ajudar ainda mais os números de vendas do modelo.
 
Ficha técnica - BMW R 1250 GS Premium +
 
Motor boxer bicilíndrico, arrefecimento líquida 
Capacidade cúbica 1.254 cm³
Potência máxima 136 cv a 7.750
Torque máximo (declarado) 14,9 kgf.m a 6.250 rpm
Câmbio Seis marchas
Transmissão final Eixo-cardã
Alimentação Injeção eletrônica
Partida Elétrica
Quadro Quadro multitubular separável tipo treliça 
Suspensão dianteira Telelever com sistema de amortecimento central com 190 mm de curso
Suspensão traseira Monobraço oscilante de alumínio Paralever de 200 mm de curso
Freio dianteiro Discos duplos de 305 mm de diâmetro, pinça monobloco de quatro pistões e ABS
Freio traseiro Disco simples de 276 mm de diâmetro, pinça flutuante de dois pistões e ABS
Pneus 120/70-19 (dianteira) /170/60-17 (traseira) 
Comprimento 2.207 mm
Largura 952 mm
Altura 1.430 mm
Distância entre-eixos 1.525 mm
Distância do solo Não disponível
Altura do assento 850 / 870 mm (ajustável)
Peso em ordem de marcha 249 kg
Tanque de combustível 20 litros
Cores HP (branca com detalhes em azul e vermelho) e Exclusive (cinza)
Preço sugerido R$ 82.950
Mais Imagens
Clique na foto para ampliar
Topo
Publicidade
  • © 2002-2019 SHOPCAR - Sua Referência em Veículos - Classificados de Carros. Todos os direitos reservados