• Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

Nova Hilux atinge nota máxima em segurança nos testes de colisão do Latin NCAP

18/12/2015 - 17:29 - Redação - Foto: Divulgação Latin Ncap
Tamanho da fonte:   - +

A Toyota Hilux 2016 alcançou o mais elevado patamar no quesito segurança e estabeleceu novos parâmetros no segmento de picapes médias ao conquistar cinco estrelas para passageiros dos bancos dianteiros e cinco estrelas para passageiros do assento traseiro, nos testes independentes de segurança do Latin NCAP. A nova Hilux, produzida na planta de Zárate, na Argentina, é a primeira em seu segmento, no mercado brasileiro, a ser avaliada pela entidade.

A nota máxima para proteção de todos os passageiros da picape também comprova o alto padrão de segurança da nova Hilux. O modelo traz, de série, três airbags (dois frontais e um de joelho para motorista) nas versões de entrada até a versão SRV, e sete airbags para a top de linha SRX (dois frontais, dois laterais nos bancos dianteiros, um de joelho para o motorista e duas bolsas do tipo cortina).

Todas as versões possuem sistemas de freios ABS (sistema de freio antiblocante) e EBD (distribuição eletrônica de força de frenagem) nas quatro rodas. As versões SRV e SRX ainda contam com BAS (sistema de assistência em frenagem de emergência), A-TRC (controle de tração ativo), TSC (assistente de reboque) e VSC (controle de estabilidade).

Outro item fundamental que garantiu o fantástico desempenho da nova Hilux nos testes do Latin NCAP é seu chassi, que foi enrijecido em 20% e usa materiais de alta resistência. Em algumas partes específicas teve, ainda, incremento de 3 mm em sua espessura, reforçados pela solda.

Não é só o chassi que ficou mais rígido. Os pontos de solda aumentaram em 44% e foi utilizado aço de alta resistência com propriedades anticorrosão de excelente qualidade, reforçando a rigidez, durabilidade e aprimorando a precisão da direção.

De acordo com o relatório do Latin NCAP, a nova Hilux atingiu a nota máxima nos testes, pois “a estrutura do veículo é forte e os três airbags como equipamento básico, junto com os cintos de segurança, oferecem boa proteção no impacto frontal. O carro também proporciona boa proteção no impacto lateral”. Além disso, as cinco estrelas obtidas para o ocupante infantil, de acordo com o Latin NCAP, “se deve aos cintos de segurança de três pontos em todas as posições, ancoragens ISOFIX, possibilidade de desconexão do airbag do acompanhante, e boa sinalização para os consumidores”.

Além dos itens de segurança para os passageiros do veículo, a carroceria da nova Hilux também foi pensada para oferecer mais segurança aos pedestres. Estruturas de absorção de impactos foram usadas em peças, como o capô e para-choque dianteiro, com o intuito de diminuir a força do impacto na cabeça e pernas dos pedestres em caso de colisão.

A nova Hilux

A 8ª geração da Hilux chegou ao mercado brasileiro em meados de novembro com design totalmente renovado e muito mais elegante, uma lista de equipamentos mais recheada, excelente conforto ao dirigir, novo motor e transmissão, chassi mais resistente e melhor capacidade fora de estrada. Tudo isto, sem descuidar da segurança.

Tais características resumem os dois pilares que nortearam o desenvolvimento da nova Hilux: “Uma nova Era para Picapes” e “Mais Hilux do que Nunca”.

O primeiro pilar — “Uma Nova Era para Picapes” — está relacionado a oferecer o conforto interno dos utilitários esportivos e outros aspectos emocionais, incrementado com um nível de equipamentos superior.

O pilar “Mais Hilux do que Nunca” está diretamente ligado à história de força da Hilux e sua referência como veículo comercial. Fazem parte deste pilar as substanciais melhorias realizadas na estrutura do modelo, que ampliaram o uso prolongado sem quebras, em qualquer tipo de estrada, mesmo que sua capacidade de carga seja explorada no limite.

Para atender às necessidades e exigências de diferentes perfis de cliente, seja no trabalho pesado, lazer ou multiuso, há seis diferentes versões da nova Hilux.

São elas: Chassi-cabine 4x4 e câmbio manual; Standard 4x4, nas configurações com cabine simples ou dupla, também com transmissão manual de seis velocidades; SR; SRV; e a novíssima e exclusiva top de linha SRX. As três últimas são equipadas com tração 4x4 e transmissão automática de seis velocidades.

O motor Toyota 1GD 2.8l da nova Hilux, inédito no Brasil, possui quatro cilindros em linha, com turbo compressor de geometria variável (TGV) e intercooler. O novo propulsor, que desenvolve 177cv de potência a 3.400 rpm, ganhou 22% a mais de torque na picape com transmissão manual (42.8 kgfm entre 1.400 e 2.600 rpm) e 25% na versão com transmissão automática (45.9 kgfm entre 1.600 e 2.400 rpm).

Topo
Publicidade
  • © 2002-2017 SHOPCAR - Sua Referência em Veículos - Classificados de Carros. Todos os direitos reservados