• Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019

Porsche Cayenne Híbrido mostra seu desempenho pelas ruas de Miami

05/06/2013 - 15:03 - Enrico Feitosa - Fotos: Enrico Feitosa e Divulgação Porsche
Tamanho da fonte:   - +

Quem disse que você não pode ter um Porsche pra levar toda a família? É só escolher o Cayenne, que além de conforto, tem muito desempenho e ainda economia de combustível na versão que testamos: o novo Cayenne S Híbrido, que é equipado com um motor a combustão e um motor elétrico.

Quando surgiu no mercado, no inicio de 2002 vários aficionados torceram o nariz, afinal, um utilitário esportivo com o nome Porsche era uma heresia, mas como quem manda é o mercado, em pouco tempo ele passou a ser referência no segmento dos SUV. Atendia justamente aquele apaixonado da marca que constituíra uma família, mas não conseguia levá-la no esportivo. Claro que apesar de ser um familiar, a Porsche não descuidou dos detalhes que caracterizam os modelos dela, como um rico quadro de instrumentos e a chave de ignição do lado esquerdo, tudo envolvido por um acabamento que não dá motivo à críticas.

Espaço à bordo

Não podia ser diferente, espaço para acomodar com muito conforto quatro adultos e uma criança para uma viagem, sem se importar com a distância que será percorrida, é o que não falta. O GPS integrado ao painel, ar-condicionado digital e um som da marca Bose de primeiríssima qualidade garantem o bem estar à bordo com qualquer temperatura externa.

Ecologicamente correto

Quando pensamos em veículos ecologicamente mais corretos, imediatamente lembramos de carros menores, com motores pequenos e pouca potência, porém, usando eletricidade a Porsche mostrou que a regra não tem que ser exatamente essa, segundo a montadora, o consumo médio do Cayenne híbrido é de 10,8km por litro, resultado semelhante ao de um modelo popular, por exemplo.

Embaixo do capô, este utilitário é dotado de um propulsor V6 3.0 a combustão, capaz de gerar 333 cv de potência. Entre o V6 e a caixa de velocidade foi instalado um módulo, que inclui uma embreagem e um outro motor, só que elétrico, esse elétrico desenvolve mais 47 cv, ou seja, no total o Cayenne S híbrido oferece 380 cv de potência, isso sem falar no torque de 59 Kgmf, valores dignos de uma plataforma V8.

Além de prover alguns cavalos a mais para o carro, o bloco elétrico tem mais duas funções, ele funciona como gerador para carregar a energia da bateria e também pode trabalhar independente do motor V6, sendo a única fonte de força, mas isso só é possível quando mantemos velocidade abaixo dos 60km/h. Para ter mais economia ainda, o carro é equipado com a tecnologia Start Stop, sistema que desliga o motor ao parar e o liga ao tirar o pé do freio. E é assim que essa máquina consegue um consumo médio de modelo popular.

Como se não fosse o suficiente,  essas não são as únicas modificações, o Cayenne S híbrido é orquestrado por um novo câmbio automático de oito velocidades que comanda a transmissão permanente nas quatro rodas, que bloqueia os diferenciais e distribui a força individualmente para cada roda, de acordo com a necessidade, automaticamente. Claro que você pode trocar as marchas manualmente, tanto na alavanca quanto no volante. Já o sistema de tração integral ficou 33kg mais leve que o anterior.

A suspensão também não fugiu do regime e perdeu 66kg, ou seja, o modelo híbrido ficou com 111kg a menos. Freios de direção estão em sintonia com o desempenho, sem falar dos controles eletrônicos de estabilidade.

O S Híbrido vem de fábrica com interior em couro com elementos em preto Alcântara, assentos dianteiros esportivos com oito opções de ajuste e volante SportDesign com paddle shift.  O modelo está à venda no Brasil mas não tem preço de tabela, pois vem para o País somente por encomenda, assim, o cliente pode configurá-lo como quiser, não havendo padrão de equipamentos e opcionais para ele. Nos Estados Unidos ele custa a partir de US$ 71 mil, e com todos opcionais vai para U$ 93 mil,  (aproximadamente R$ 210 mil, sem os impostos de importação e frete). Para ter uma base de comparação, o Cayenne S normal 2012 custa aqui no Brasil R$ 485 mil, já a versão híbrida teria uma diferença em torno de 30 a 40% a mais.

Mais Imagens
Clique na foto para ampliar
Topo
Publicidade
  • © 2002-2019 SHOPCAR - Sua Referência em Veículos - Classificados de Carros. Todos os direitos reservados