• Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018

Top 10: motos do Salão de Milão que virão para o Brasil

09/11/2018 - 08:52 - Arthur Caldeira, INFOMOTO, de Milão - FOTOS: Divulgação / EICMA
Tamanho da fonte:   - +

Com as vendas de motos em alta na Europa, o Salão de Milão 2018, realizado entre 8 e 11 de novembro na cidade italiana, teve mais de uma dezena de lançamentos. A 76ª edição do EICMA apresentou desde pequenos scooters e motos elétricas até superesportivas de pista. 

São tantas novidades que é fácil ficar perdido nos corredores do pavilhão de exposições Rho Fiera, na região metropolitana de Milão. Neste ano, o evento, considerado o mais importante do setor, ocupou seis dos galpões do pavilhão com mais de 1.200 expositores. 

Mas, pensando em facilitar a sua vida, selecionamos as 10 motos apresentadas em Milão que deverão vir para o Brasil. Confira:

1 – Honda CB 500 X
A crossover da linha 500 cc passou por um face-lift e ganhou roda aro 19 na dianteira, além de suspensões com curso mais longo. Outra novidade é o painel totalmente digital com tela de LCD com fundo preto e o útil indicador de marchas. As versões naked (CB 500 F) e esportiva (CBR 500R) também contam com o novo painel de instrumentos e a embreagem, agora deslizante. Sucesso de vendas e montada em Manaus (AM), os modelos da linha 500cc devem desembarcar aqui no segundo semestre do próximo ano.

2 - Honda CB 650R
Esqueça a pacata naked CB 650F. A Honda mudou radicalmente o modelo, que adotou o design Neo Sports Café e vai se chamar CB 650R. A naked recebeu suspensão invertida e pinça de freio radiais na dianteira. O painel também é digital e ela virá com controle de tração. Outro lançamento que a Honda certamente trará para o nosso mercado.

3 – Yamaha Ténéré 700
Finalmente, a Yamaha revelou a versão final da Ténéré 700 – dois anos após ela aparecer em Milão com o conceito T7. Tanque de 16 litros, suspensões com mais de 200 mm de curso, roda aro 21 na dianteira e freios ABS, que podem ser desligados, denotam a vocação off-road da nova Ténéré 700. 
Com design controverso – e até certo ponto cru - a Ténéré 700 usa o mesmo motor de dois cilindros e 689 cc da MT-07, porém com ajustes para oferecer mais torque em baixos regimes. Apostamos que ela virá para o Brasil, mas ainda vai demorar. Na Europa, chega às lojas apenas no segundo semestre de 2019.

4 – BMW F 850 GS Adventure
A versão mais aventureira da F 850GS tem tanque de maior capacidade, parabrisa ajustável e mais conforto para longas viagens. O motor é o renovado bicilíndrico de 853 cm³ e 95 cv de potência que equipa a F 850 GS, que acaba de ser lançada oficialmente no Brasil. O que nos leva a crer que a F 850 GS Adventure deverá certamente ser vendida por aqui.

5 – BMW S 1000 RR
Nova dos pés à cabeça, a S 1000 RR traz novo motor, quadro, suspensões e um design mais arredondado e compacto do que a geração anterior. O propulsor de quatro cilindros e 1.000 cc ganhou comando de válvulas variável e ficou mais potente: são 207 cv a 13.500 rpm. A superesportiva alemã ainda perdeu 11kg (agora pesa 197 kg) e ganhou eletrônica de última geração. 
Como liderou as vendas do segmento por alguns anos no Brasil, é fácil prever que a marca deverá levá-la para nosso mercado.

6 – Ducati Diavel 1260
A power cruiser italiana recebeu um novo motor de dois cilindros em “V” a 90° com 1.262 cm³ de capacidade. O design e a ciclística da moto também foram atualizados. Controles eletrônicos mais modernos ajudam a domar a power cruiser italiana. Executivos da Ducati Brasil, garantiram que a nova Diavel 1260 chega ao País no segundo semestre de 2019.

7 – Husqvarna Svartpilen 701
Equipada com o mesmo monocilíndrico de 75 cv da Vitpilen, o modelo oferece uma posição de pilotagem mais confortável em função do guidão alto. Mas também conta com um design inusitado, rodas de liga-leve aro 17, porém calçadas com pneus de uso misto. A Svartpilen 701 chega ao Brasil no primeiro semestre de 2019com preço em torno de R$ 70 mil.

8 – Triumph Scrambler 1200
A nova Scrambler da marca inglesa tem a proposta de ser uma moto com visual clássico e uma verdadeira vocação para aventuras. Para isso, conta com o motor bicilíndrico de 1.200 cc, 90 cv e muito torque que já equipa as outras clássicas modernas da Triumph. A nova Scrambler 1200 tem duas versões – XE e XC – que se diferenciam pelo curso das suspensões (mais de 200 mm em ambas), ângulo de cáster e balança traseira. Uma das duas deve ser vendida no Brasil a partir do ano que vem.

9 – Kawasaki Z 400
Versão sem carenagem da Ninja 400, a Z 400 compartilha o mesmo motor de dois cilindros, 399 cc e 48 cv da esportiva. Quadro, rodas e suspensões são os mesmos. Mudam o guidão e a posição de pilotagem. Se a Kawasaki levou a Ninja 400 para o Brasil, por que não levaria a versão naked?

10 – KTM 790 Adventure
Mais uma bigtrail feita para quem gosta de rodar na terra, a 790 Adventure foi mostrada em sua versão final em Milão. Tanque grande, suspensões de longo curso, roda aro 21 e o motor de dois cilindros e 95 cv, além de muita tecnologia, são suas armas para brigar com BMW F 850 GS e Yamaha Ténéré 700. Essa aposta é mais arriscada, mas se a KTM quer mesmo crescer no Brasil vai ter que ampliar seu line-up e essa aventureira média seria uma boa opção.

Mais Imagens
Clique na foto para ampliar
Topo
Publicidade
  • © 2002-2018 SHOPCAR - Sua Referência em Veículos - Classificados de Carros. Todos os direitos reservados