• Terça-feira, 20 de Novembro de 2018

Venda de motos bigtrail segue em alta

08/09/2018 - 12:33 - Cicero Lima / INFOMOTO - FOTOS: INFOMOTO e Divulgação
Tamanho da fonte:   - +

O prazer de viajar com segurança, conforto, desempenho e tecnologia embarcada está fazendo a cabeça do motociclista brasileiro. Muitos deixaram as esportivas e foram atraídos pelas qualidades das motos “aventureiras”. A confirmação está no número de vendas dos modelos bigtrail de janeiro a agosto que atingiram 7.785 unidades. Segundo dados fornecidos pela Fenabrave (entidade que reúne os distribuidores de veículos), o modelo mais vendido, com 2.044 unidades emplacadas, é a BMW R 1200 GS que custa entre R$ 86 e 96 mil. 

Todas têm em comum a versatilidade para viajar longas distâncias, superar estradas ruins e até enfrentar trechos sem pavimentação. Porém, a tecnologia embarcada parece ser o maior desejo entre os consumidores. “Muitos clientes que já tiveram esportiva e hoje desfrutam de estabilidade financeira procuram tecnologia”, informa Milton Ayabe, executivo de vendas da concessionária BMW Power, na Zona Leste de São Paulo.

Um consumidor que fez essa mudança foi o empresário Diego Rosa, 45 anos. Ele já teve várias esportivas, mas agora viaja com uma Yamaha Super Ténéré 1200. “Optei pela bigtrail por conta do maior conforto para a garupa e também pela versatilidade”, afirma o motociclista.

Siga o líder 

No quesito conforto e versatilidade a BMW R 1200 GS tem muito a oferecer. Controle de tração, assistência de subida, aquecedor de manoplas e o painel, que lembra um computador com inúmeras funções e GPS. Além disso, na versão Adventure, a mais cara da família, oferece tanque de 30 litros com autonomia superior a 500 quilômetros.

Para a alemã BMW, o segmento bigtrail é de extrema importância. Nos primeiros sete meses do ano, as vendas de todos os modelos da marca no Brasil foram de 4.137 unidades. Só a R 1200 GS contribuiu com 2.044 unidades – o que representa quase metade das vendas da marca. 

Para a Triumph o segmento também é vital para o sucesso de seus negócios no Brasil. Em sete meses, a marca inglesa emplacou 2.501 motos no País, sendo que 85% delas são da linha Tiger. Por conta disso, a Triumph procura investir em tecnologia com os novos modelos e fincar sua bandeira como opção entre os aventureiros.

Nova Tiger

Um exemplo é a nova família Tiger 1200. “A nova linha Tiger 1200 é tão avançada que o seu desenvolvimento levou quatro anos... Estas são, de longe, as Tiger mais prontas para a aventura já construídas”, afirma Waldyr Ferreira, General Manager da Triumph no Brasil.

A força desse mercado atrai outros fabricantes, entre eles a gigante Honda que, há dois anos, lançou a CRF 1000 L Africa Twin. Nos sete primeiros meses foram emplacadas 548 unidades, um resultado tímido se comparado às vendas da BMW e da Triumph. Porém, basta fazer as contas para ter uma noção da importância do modelo. A versão básica é vendida nas concessionárias por R$ 55 mil, isso significa que as vendas superaram os 30 milhões de Reais. 

Outras marcas também têm em seu line-up produtos para esse cliente, como a Suzuki com a V-Strom 1.000 e a Kawasaki que oferece a Versys 1000. Outro modelo famoso é a Yamaha Ténéré 1200, porém sua produção de apenas 120 unidades em 2018 se reflete também em poucos modelos vendidos neste ano.

Os números do segmento bigtrail devem melhorar ainda mais até o final de 2018. A BMW deve lançar as novas F 850 GS e F 750 GS, modelos que fizeram grande sucesso na geração anterior como as versões 800 e 700, respectivamente. A Honda também poderá lançar a nova versão Adventure Sports da Africa Twin, que tem tanque maior e suspensões de longo curso para aventuras ainda mais longas e por terrenos mais difíceis.

Mais Imagens
Clique na foto para ampliar
Topo
Publicidade
  • © 2002-2018 SHOPCAR - Sua Referência em Veículos - Classificados de Carros. Todos os direitos reservados