• Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

Vimos de perto do que é capaz o Audi A5 Cupê - vídeo

25/11/2009 - 16:20 - Texto e fotos: Mário Salgado
Tamanho da fonte:   - +

Testar carros que dificilmente veremos no dia a dia nas ruas é algo muito especial na profissão de jornalista especializado. O último exemplo disso foi o teste que fizemos no Audi A5 Cupê. Um carro capaz de torcer o pescoço até de proprietários de Ferraris e Porsches pela cidade.

O segmento dos cupês, disputado por modelos como o BMW 325i Coupé e o Mercedes CLK 350 Coupé, é restrito e competitivo no Brasil. Com carroceria de duas portas e espaço para quatro ocupantes, o novo Audi custa algo em torno de R$ 254.000, em versão única de acabamento equipada com motor 3.2 FSI V6 e tração dianteira.

Design

Com linhas esportivas e torneadas, o cupê respira sensualidade. A combinação entre os traços do capô e o desenho dos faróis dá a ele mais imponência que o irmão A4, assim como as linhas laterais e traseiras mais ressaltadas. As duas saídas de ar indicam a esportividade do motor V6 e as rodas são de liga-leve 17 polegadas, de série. Mais desses detalhes podem ser visto no vídeo exclusivo de nosso teste pelas ruas de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul

O DNA da carroceria cupê se reafirma na inclinação suave da coluna C e em seu porte mais baixo. O cupê é também mais largo que o sedã (1,85 m contra 1,82 m). Nas ruas, o A5 desencadeia o efeito de sua elegância. Quem passa, vira o pescoço, segue o carro com os olhos, comenta, quer chegar perto.

É o que também acontece quando se está dentro dele. Mas, neste caso, não dá nem para virar o pescoço. Você quer mesmo é observar cada detalhe de frente, o painel de instrumentos moderno, os detalhes cromados no volante, difusores de ar e console central, que complementam o requinte do cupê, sem contar com o sistema Audi Infotainment, que gerencia as funções do carro por uma tela LCD. A sensação é a de que o carro te abraça. A posição de dirigir é muito agradável e os bancos são esportivos, de série, com controles elétricos de altura, ajuste lombar e longitudinal, de fácil manuseio. Os passageiros de trás andam mais apertados, aspecto intrínseco dos cupês. O porta-malas tem capacidade para 455 litros.

O A5 chega ao mercado brasileiro equipado com apoio de braço central dianteiro com ajuste longitudinal, ar-condicionado automático de duas zonas com sensor de intensidade da temperatura dos raios solares, chave inteligente, console central com dois porta-copos dianteiros integrados e dois porta-copos traseiros escamoteáveis, pára-sóis com espelho e iluminação para motorista e passageiro, tomada 12 volts, porta-objetos nas portas dianteiras, rádio integrado ao display do computador de bordo, volante esportivo revestido em couro multifuncional (ajustes do rádio, sistema de conversação ao celular) e com borboletas para trocas de marcha, além de itens importantes de segurança como freios ABS com EBD e ESP, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, airbags duplos frontais, laterais dianteiros e com proteção para cabeça.

Andando por aí

Em nosso rápido, mas vantajoso, contato com o A5, foi possível ver que o carro é tudo aquilo que enche os olhos no primeiro contato. Seu motorzão V6 ronca alto logo na partida. Antes de sair, seleciono o modo de direção no sistema Audi Drive Select, que permite ao condutor determinar o comportamento do veículo. É possível escolher entre três opções, Comfort (Conforto), Auto (Automático) e Dynamic (Dinâmico), que influenciam completamente nos sistemas de direção, transmissão e suspensão do veículo. O acionamento é feito por botões que ficam no console localizado entre os bancos, mas ao manuseá-los é preciso cuidado para não perder a atenção ao volante. Para não correr o risco de cometer alguma “gafe” preferi andar no modo Auto, onde o carro se ajusta sozinho ao modo de dirigir e superfície.

Dirigimos o carro por quase 3 horas. Nesse período de tempo foi possível ver alguns bons recursos do carro, como o Adaptive Cruise Control, o piloto automático ainda mais inteligente, que funciona a partir dos 60 km/h. Ao acioná-lo, por uma alavanca localizada do lado esquerdo do volante, o carro dirige sozinho na velocidade programada e freia quando identifica o veículo à frente.

No computador de bordo, o consumo ficou na casa dos 8 km/l, com ar-condicionado ligado todo tempo. Algo que chama a atenção nesse carro é o câmbio. Com 8 marchas, automático, seqüencial, ele ainda pode dar um toque de mais esportividade com as borboletas atrás do volante para trocas mais rápidas.

Ficha técnica Audi A5 3.2 V6 FSI

Motor V6 em alumínio, com duplo comando de válvulas variável nos cabeçotes (DOHC), sistema variável de abertura e fechamento das válvulas de admissão (Audi Valvelift System) , coletor de admissão variável de 2 estágios e 24 válvulas, quatro válvulas por cilindro
Cilindrada (cm³) 3.197
Potência (cv) 269 a 6.500 rpm
Torque (kgfm) 33,7 de 3.500 rpm a 5.000 rpm
Câmbio Automático Multitronic de 8 velocidades com função Sport
Comprimento (m) 4,63
Largura (m) 1,85
Altura (m) 1,38
Entre-eixo (m) 2,75
Tanque (l) 65
Peso (kg) 1.495
Suspensão Independente com cinco braços em alumínio, subchassi e barra estabilizadora tubular, na dianteira, independente do tipo trapezoidal com braços articulados sobrepostos em alumínio, subchassi e barra estabilizadora tubular, na traseira
Freios Dianteiros com discos ventilados e traseiros a disco. Todos com sistema anti-travamento (ABS) com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), programa eletrônico de estabilidade (ESP) e assistente hidráulico de frenagem (HBA).
Direção Hidráulica do tipo pinhão e cremalheira com assistência variável (Servotronic) e diâmetro de giro de 11,4 m
Consumo 8,0 (urbano), 12,1 (rodoviário) e 9,2 (misto)
Preço (R$) 254.000 (depende da cotação do dólar)

Mais Imagens
Clique na foto para ampliar
Topo
Publicidade
  • © 2002-2019 SHOPCAR - Sua Referência em Veículos - Classificados de Carros. Todos os direitos reservados