• Segunda-feira, 1 de Junho de 2020

VW Tiguan

13/03/2008 - 16:47 - Redação
Tamanho da fonte:   - +

Jurados de toda a Europa elegeram o Volkswagen Tiguan como vencedor do Troféu Auto 1, prêmio anual da revista automobilística européia Auto Bild. Ele foi o melhor na categoria  “Off-Roaders e SUVs“, que abrange os veículos fora-de-estrada e utilitários esportivos. Mais de 40 milhões de leitores, além de especialistas do setor automotivo, foram chamados ao longo dos últimos meses para selecionar os melhores veículos entre 74 novos modelos.

A concessão do 17º Troféu "Auto 1 da Europa" foi antecedida por um processo inédito de votação. Primeiro, os leitores das 26 edições européias da revista Auto Bild elegeram os respectivos vencedores nacionais e foram convocados a nomear seus preferidos em seis categorias diferentes de veículos. Em seguida, os três carros mais votados participaram de um test drive, que definiu o vencedor de cada categoria. Nessa fase do concurso, o júri era composto por pilotos de corrida, técnicos e editores-chefe.

O diretor de desenvolvimento da Volkswagen, Dr Ulrich Hackenberg, recebeu o troféu durante o 78º Salão do Automóvel de Genebra (foto). Este é prêmio mais recente de uma longa série de premiações do Tiguan. Em novembro de 2007, o SUV da Volkswagen ganhou o “Troféu Auto", e o “Volante de Ouro”.

"Este prêmio vem coroar uma série de sucessos internacionais conquistados pelo Tiguan desde o seu lançamento comercial. O Tiguan representa um elemento importante da estratégia global de crescimento da Volkswagen. Vejo este troféu no mínimo como a confirmação de que estamos no caminho certo com os nossos produtos,” disse Hackenberg a um público de mais 500 convidados durante o evento.

A Volkswagen deverá apresentar o modelo no mercado brasileiro durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro.

Brasil impulsiona as vendas mundiais do Grupo Vw

A vinda de um carro de alto luxo para o Brasil, como o Tiguan, é um reflexo da importância do mercado para o resto do mundo. O presidente do Grupo Volkswagen, Martin Winterkorn, anunciou na Alemanha o balanço de 2007. A empresa registrou vendas de 6,2 milhões de unidades em todo o mundo e um faturamento de 108,9 bilhões de euros, 3,8% maior que no ano anterior, com lucro operacional de 6,2 bilhões de euros. O lucro antes de impostos de 6,5 bilhões de euros ultrapassou a previsão inicial (de 5,1 bilhões de euros). “Para o Grupo Volkswagen, 2007 foi, de longe, o ano de maior sucesso da companhia”, disse Winterkorn.

Os resultados da operação brasileira, terceira maior do Grupo (depois da China e da Alemanha), ajudaram a impulsionar as vendas mundiais. Com a produção recorde de 796.961 unidades e 537.975 vendidas no Brasil, a montadora apresentou um crescimento de 31,3% sobre 2006, superando a própria indústria e seus principais concorrentes.

“No ano passado, considerado o melhor da indústria nacional desde 1997, iniciamos nosso plano de investimento no País, de R$ 3,2 bilhões até 2011, e comprovamos que os acordos de flexibilidade realizados com os empregados foram fundamentais para retomar o crescimento e os bons resultados”, destaca o presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall.

Em 2007, a capacidade diária das unidades de São Bernardo do Campo, Taubaté e São Carlos cresceu com a contratação de cerca de 2.500 novos empregados, por prazo determinado de um ano, para a complementação dos turnos. Em 2008, a jornada semanal já foi ampliada em pelo menos 20% em todas as unidades. Por conta da superação dos volumes de produção em 2007, foi acordado com os sindicatos o pagamento de um valor adicional de R$ 700,00 dentro do Programa de Participação nos Resultados, em todas as unidades.

Para este ano, a empresa anunciou um investimento de R$ 123 milhões para o aumento da capacidade produtiva na fábrica de motores em São Carlos (SP), elevando a produção de 1.800 motores/dia para 2.700/dia até setembro. Além disso, depois de implantar o terceiro turno nas unidades de Taubaté (SP) e São José dos Pinhais (PR), a Volkswagen adicionou o terceiro turno da fábrica Anchieta (São Bernardo do Campo, SP) com novas contratações.

As exportações da Volkswagen, assim como as de todo o setor, ainda sofreram com a valorização do real frente ao dólar. Mesmo assim, a montadora, maior exportadora da indústria automobilística do país, alcançou 182.187 unidades no ano. O modelo mais exportado foi o Fox (83.624), enviado principalmente para a Europa e países da América Latina. Na sequência veio o Gol (73.763 unidades), enviado, entre outros, para o México e a Argentina. Nos dois paises é o carro mais vendido.

Topo
Publicidade
  • © 2002-2020 SHOPCAR - Sua Referência em Veículos - Classificados de Carros. Todos os direitos reservados